Entrevista com Lapricis
19/11/2021 18:01 em Música
MAIS FAIXAS:  Lapricis, primeiramente seja bem-vinda !
Nos conta quem é a artista "Lapricis", e em seguida como entrou no mundo da arte?
 
LAPRICIS: Olá, obrigada por me receberem! 
Lapricis é a minha criança interior ganhando voz. Desde pequena eu canto por aí e reparo com muita admiração como a música move as pessoas, faz com que sintam algo, se conectem com o som. Eu acho isso lindo. 
Bom, sou o que chamam multi-artista. Venho desenvolvendo meu trabalho de várias formas, nas artes cênicas, na música, no cinema... Acho que gosto de me comunicar, independente do meio. Entrei no mundo da arte por meio do teatro musical, linguagem que amo. Mas também gosto de me expressar pelo audiovisual. Tento não colocar barreiras no que posso fazer. Eu vivo estudando, estudo tudo o que me dá vontade de aprender.
 
MAIS FAIXAS: Quando você decidiu investir na carreira de cantora?
 
LAPRICIS: Durante a pandemia senti aquele vazio que muitos artistas do palco sentiram. Foi aí que decidi tirar da gaveta algumas músicas que eu vinha escrevendo nos últimos anos e criar um projeto autoral meu. Por sorte o Gustavo Arruda, da banda Plutão Já Foi Planeta, cruzou meu caminho e me encorajou a gravar um EP. Ele assinou a produção junto com o Rodrigo Cunha.    
 
MAIS FAIXAS: Quais são suas referências musicais?
 
LAPRICIS: Muita coisa, escuto de tudo, mas acredito que pra esse trabalho me inspirei muito em nomes da Nova MPB, como Céu, Liniker, Tuyo, Letrux e Mahmundi. 
 
MAIS FAIXAS: O que te inspira a compor?
 
LAPRICIS: Coisas que vivo, sinto e penso. Às vezes alguns sentimentos que não cabem em mim, acabam virando música. 
 
MAIS FAIXAS:  A música "Calma" toca a nossa alma, fala um pouco sobre o processo de criação dela.
 
LAPRICIS: Eu amo cantar "Calma", mas acho difícil falar sobre ela. O processo de criação foi dolorido e reconfortante ao mesmo tempo. Pra mim, escrever "Calma" foi uma despedida... Ainda estou processando o vazio deixado pela minha mãe, para quem eu canto essa música.
 
MAIS FAIXAS: Como você enxerga o cenário da música independente ?
 
LAPRICIS: Eu acabei de chegar e tô só apreciando a vista! (risos) Eu acho que muita gente está se utilizando da tecnologia e das mídias sociais pra ganhar seu espaço, muita gente está se empoderando nesse sentido e podendo contar suas histórias, passar suas mensagens, e eu acho isso lindo.
 
MAIS FAIXAS: O que o público pode esperar do seu novo trabalho?
 
LAPRICIS: Olha, eu posso dizer que eu produzi um EP muito sentimental e introspectivo, que vai te fazer sentir muitas coisas. Acho que são músicas para embalar corações partidos e mentes ansiosas.
COMENTÁRIOS